• Menu
  • Menu

Como passar 15 dias em Phuket – o que visitar

Estivemos 15 dias em Phuket. O que vale a pena visitar?

Enquanto estávamos a planear a viagem tivemos várias questões, nomeadamente as cidades e ilhas que iríamos visitar. Claro que, quando tens muito tempo e um budget grande, podes visitar vários sítios e facilmente saltas de uns sítios para os outros. Nós tínhamos 30 dias para estar na Tailândia e a nossa principal dúvida era se valia a pena ir a Phuket e a Krabi, ou só a um destes sítios. O nosso principal objetivo de ir a Krabi era pelas Phi Phi, Koh Lanta e Railay Beach, por outro lado tínhamos Phuket que tinha várias praias e dava para ir às Similian Island, mas pensámos que através de Phuket não dava para ir às Phi Phi. Resumindo, quando descobrimos que através de Phuket dava para visitar as Phi phi, optámos por ficar lá os 16 dias que ainda nos restavam até o visto expirar. Para irmos aos dois sítios sairia mais caro, visto que as casas em Krabi são caras e para lá chegar era mais dinheiro. Assim, chegámos ao aeroporto de Phuket e apanhámos uma mini-van partilhada até Patong Beach, custou para os dois 360 baht (~9,50€).
Confesso que quando cheguei ao aeroporto de Phuket não gostei porque havia imensos turistas, os locais não me respondiam bem, não tinha mesmo nada a ver com a recepção em Bangkok ou em Chiang Mai (de todo!)
Bem, fica aqui as dicas do que podem visitar em Phuket.

Phuket – City Guide

[one_half]

O que visitar:

  • Big Budha
  • Phuket Old Town
  • Soi Romanee

Praias:

  • Surin Beach
  • Patong Beach
  • Karon Beach
  • Kata Beach – Aos fins de semana tem uma mercado na linha da praia, é ótimo para almoçar e fazer umas compritas.
  • Kata Noi Beach
  • Freedom Beach – Esta é uma praia privada o custo para entrar é 200 baht p/pessoa (~5€). Se forem em grupo pode compensar irem de barco, pode-se apanhar no porto de Patong e pedir a um pescador para vos levar lá.
  • Nui Beach – 200 baht p/pessoa (~5€), a estrada é um bocado complicada para motorbikes, mas dá para ir.
  • Nai Harn Beach
  • Rawai Beach – boa para ver o sunrise
  • Ao Sane Beach – Sem duvida a melhor praia de Phuket! É excelente para quem quiser fazer snorkeling e tem lá pouca gente.

Mercados:

  • Sunday Market – Phuket Old Town na Thalang Road está aberto das 16h até as 22h
  • Chillva Market – optimo para comprar roupa e jantar
  • Phuket Weekend Market

Best View Points:

  • Promthep Cape – Ridiculamente cheio de gente para ver o pôr do sol! Aconselho ir bem cedo!
  • Big Bhudda Mountain Phuket – Vista fantastic sobre as Praia de Phuket. [/one_half][one_half_last]

Tours

Bem, as tours são complicadas na Tailândia. A maior parte das pessoas querem ver as Phi Phi, James Bond Island e Maya Bay.

Pois é, nós tínhamos pensado em alugar um barco privado para fugirmos às pessoas, mas rapidamente percebemos que era inútil e iriamos gastar mais dinheiro e levaríamos com as pessoas na mesma. Então, optámos por fazer uma group tour. Pesquisamos, e a ilha menos com menos pessoas era a Bamboo Island.

O que fizemos foi tentar encontrar uma empresa que fosse à Bamboo Island, Maya Bay, Phi Phi e à Piley Lagoon e, claro, a mais económica vs qualidade.

Depois de ir a várias bancas e estudar vários preços, acabámos por ir pela Rak Talay Travel em speedboat, pagámos 3400 baht (~90€) para duas pessoas, eles fazem pick up e Drop off no hotel e visitámos a Khai Mai Island, Bamboo Island, na Phi Phi Lae visitámos a Maya Bay, Piley Lagoon, Viking Cave, Loy Samah Bay, e nas Phi Phi Don visitámos a Monkey Beach e almoçamos nas Koh Phi Phi.
Sinceramente, destas ilhas todas apenas gostei da Bamboo Island e é triste de ver o resto principalmente ver a Ko Phi Phi! Não sei como hei-de explicar o que vi por palavras, mas aqui vai:

A bamboo Island e a Maya Bay são muito bonitas se, o barcos não estacionassem na praia e fizessem com que as pessoas tenham uma pequena zona para tomar banho, ou seja as pessoas aglomeram-se todas num pequeno espaço do mar e os barcos na maior parte da zona disponível para tomar banho! Acho que usarem um pouco de inteligência não lhes fazia mal nenhum… e se deixassem as pessoas na praia e fossem com os barcos para alto mar e quando tivesse na hora, iam buscá-las novamente não?? Se calhar existiria mais espaço para tanta gente!
Enfim, mas tirando isso as Phi Phi tem uma paisagem incrível, mas os corais infelizmente estavam todos danificados… não achei nada de especial. Coisas positivas: lindas paisagens e o Mr. B (Guide Tour) tornou a tour divertida.

Outra tour que também podem explorar é as Similian Island, esta empresa também faz, mas nós acabámos por não ir porque percebemos que era tudo demasiado turístico, com demasiadas pessoas, o que para nós, perde a essência de visitar estes sítios.[/one_half_last][one_half]

Supermercados

  • Big C – Para compras de supermercado é o mais barato.
  • 7-Eleven – Sem dúvida o teu melhor amigo na Tailândia, está 24h aberto e tem tudo, comida que podes pedir para aquecer na hora, bebidas, hambúrguers, etc. [/one_half][one_half_last]

Onde Ficar

Eu fiquei perto de Patong Beach, num apartamento muito bom, com cozinha o que me permitiu cozinhar vegan, porque na Tailândia é mesmo muito difícil poder ter uma alimentação vegan (ou mesmo qualquer outra dieta se fores sensível ao picante deles!)[/one_half_last]

TRANSPORTES

  • Taxi – Extramamente caro, para fazer 6 km é mais ou menos 10€! Os Taxis em Phuket têm um monopólio e cobram, por isso, os valores que querem! Cuidado!
  • Jeepney/ Autocarro Locais – Paguei 40 baht (~1€) para duas pessoas do meu hotel até Patong Beach, mas só há estes autocarros até 18h. Atenção eles não têm uma paragem certa, eles passam em diversos sítios da cidade e tu tens de acenar para o apanhares. Importante saber que estes autocarros não vão de praia em praia, eles simplesmente vão do centro de Phuket até UMA das praias e voltam para trás. Portanto, para andar de uma lado para o outro, ou se vai de taxi a pagar valores astronómicos (tuk tuk a mesma coisa), ou de mota.
  • MotorBike – Sem duvida que se queres explorar Phuket tens de alugar uma mota, tem algum trânsito, mas anda-se muito bem. Tenham muita atenção ao esquemas que por vezes os tailandeses fazem no aluguer das motas, aconselho que tirem fotos à mota assim que a forem alugar e não deixem o vosso passaporte lá, NUNCA!! Muitas vezes quando vais devolver a mota dizem que estragas-te a mota e exigem que pagues o arranjo e não te dão o passaporte enquanto não o fizeres, cuidado com isso! (para além do arranjo ser quase o valor de uma mota nova!)
    Felizmente, depois de muito pesquisar encontrámos uma empresa de aluguer de motas que não exigia o passaporte e aconselho vivamente a irem lá, elas foram 5* e têm imensas boas reviews no Google. A empresa chama-se Motorbike Rental Cheap as Chips (Google Maps aqui), o número de contacto pelo whats up é: +66871889047. Não tenho mesmo nada apontar-lhes, são top! Não se esqueçam de negociar bem o valor que para 1 semana já fazem grandes descontos 😉
  • Mini Van – Apanhámos mini van do aeroporto até Patong Beach foi 360 baht (~9,50€), é muito fácil achar estas mini vans estão logo à saída do aeroporto a vender. A ida de volta para o aeroporto é que é mais complicado, na rua pediam 700 baht (~18,50€) por taxi, mas encontrámos online por 500 baht (~13€) uma van só para nós que ia buscar ao hotel (marquei por aqui). Visto que tínhamos de sair muito cedo para apanhar o avião, não encontrámos outra opção mais económica.

 

Visitar Phuket

Deixar comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *